Login
 
Home


"Luiz Carlos Prestes entrou vivo
no Panteon da História.  
Os séculos cantarão a 'canção de gesta'
dos mil e quinhentos homens da
Coluna Prestes e sua marcha de quase
três anos através do Brasil.
Um Carlos Prestes nos é sagrado.
Ele pertence a toda a humanidade.
Quem o atinge, atinge-a."

(Romain Roland, 1936)



















ANITA PRESTES SOBRE O GOLPE DE 1964

(TEXTO TRANSMITIDO   PELA TV COMUNITÁRIA DO RJ EM 13/6/2020 (1a parte); 2a parte em 20/6/2020)

DECLARAÇÃO DE ANITA PRESTES SOBRE GOLPE DE 64 - junho de 2020

Impossível referir-se ao golpe civil-militar de 1º de abril de 1964, sem uma referência ao papel do governo João Goulart, então deposto. Não tenho dúvida em afirmar que foi o presidente mais progressista que tivemos no Brasil. Foi o único que, embora um representante da burguesia, tomou medidas concretas no caminho das Reformas de Base – a principal demanda das forças progressistas da época. Isso apesar da resistência do grande capital internacionalizado e dos latifundiários, que dispunham de maioria no Congresso Nacional. Jango chegou a assinar, em janeiro de 1964, o decreto que limitava a remessa de lucros das empresas imperialistas sediadas no Brasil. Ao mesmo tempo, atendeu a numerosas reivindicações dos trabalhadores. Segundo pesquisa do Ibope, em março de 64, ele mantinha alta porcentagem de apoio da opinião pública das grandes cidades: com 45% de “ótimo” e “bom” na avaliação do governo e 49% das intenções de voto para 1965.

Última atualização em Dom, 14 de Junho de 2020 22:10
Leia mais...
 
Na Alemanha, lançado livro-áudio sobre Olga Benario Prestes

 

Foi lançado na Alemanha o  livro-áudio sobre Olga Benario Prestes, em Compact Disc (CD), "Die Unbeugsame - Olga Benario in ihren Briefen und in den Akten der Gestapo". O livro-áudio, em alemão, encontra-se disponível para venda diretamente no site do Projeto Olga Benario ou no bandcamp.com.
O livro-áudio está baseado em dois livros de Robert Cohen, pesquisador alemão do tema. O primeiro livro é Olga Benario, Luiz Carlos Prestes: Die Unbeugsamen - Briefwechsel aus Gefängnis und KZ (Göttingen, Wallstein, 2013), uma coletânea da correspondência entre os dois revolucionários comunistas, Olga Benario Prestes e Luiz Carlos Prestes, enquanto ela era prisioneira na Alemanha nazista e ele encontrava-se preso no Brasil. As cartas atestam o grande amor existente entre eles. Conforme foi apontado por Robert Cohen (estudioso literário) na introdução do livro, embora a convivência entre eles tenha durado pouco mais de um ano, “a importância de uma relação não se mede por sua duração. Se quisermos saber alguma coisa sobre o amor entre duas pessoas, não devemos indagar o que as pessoas fazem do amor, mas sim o que o amor faz das pessoas. O que o amor fez de Olga Benario e Carlos Prestes descobrimos em suas cartas."
Última atualização em Sex, 01 de Maio de 2020 13:44
Leia mais...
 
IMPERIALISMO, CRISE E FASCISMO
Escrito por Anita Leocadia Prestes   

IMPERIALISM, CRISIS AND FASCISM
IMPERIALISMO, CRISIS Y FASCISMO DOI:

http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v11i2.34571

Para o tema do fascismo, Germinal convidou a Professora Anita Leocádia Benário Prestes. Nesta entrevista responde a um roteiro de perguntas elaborado pelas Professores Gilcilene de Oliveira Damasceno Barão e Maria de Fátima Rodrigues Pereira. O fascismo é frequentemente associado a autoritarismos, governos autoritários, nesta entrevista a Professora Anita Leocádia Prestes faz importantes considerações a respeito, considerando as relações de produção no contexto do capital monopolista, do imperialismo e suas crises.

Leia o PDF aqui


Última atualização em Ter, 26 de Novembro de 2019 05:45
 
DUAS REVOLUÇÕES - A REVOLUÇÃO RUSSA (1917) E A REVOLUÇÃO ALEMÃ (1918): SEM PARTIDO DE VANGUARDA A REVOLUÇÃO É DERROTADA (ENSINAMENTOS PARA OS DIAS ATUAIS)
Escrito por Anita Leocadia Prestes   

DOS REVOLUCIONES – LA REVOLUCIÓN RUSA (1917) Y LA REVOLUCIÓN ALEMANA (1918):
SIN PARTIDO DE VANGUARDIA LA REVOLUCIÓN ES DERROTADA (ENSEÑANZAS PARA EL DIA DE HOY)

TWO REVOLUTIONS – THE RUSSIAN REVOLUTION (1917) AND THE GERMAN REVOLUTION (1918):
NO AVANT-GARDE PARTY REVOLUTION IS DEFEATED (TEACHINGS FOR THE PRESENT DAY) DOI:
http://dx.doi.org/10.9771/gmed.v11i2.32904



Resumo: No artigo, a partir da comparação da Revolução Russa (1917) com a Revolução Alemã (1918), afirma-se que, sem partido de vanguarda, o processo revolucionário é levado à derrota. Ressalta-se o papel do reformismo como freio à formação de um partido revolucionário. Tal conclusão traz ensinamentos para os dias atuais, sendo abordado o exemplo do Partido dos Trabalhadores no Brasil.

Leia Arquivo PDF aqui

Última atualização em Ter, 26 de Novembro de 2019 05:41
 
Viver é tomar partido: memórias
Escrito por Marcos Cesar de Oliveira Pinheiro   


Novo livro da historiadora Anita Prestes lançado pela Boitempo Editorial
[O LIVRO ENCONTRA-SE EM PRÉ-VENDA NO SITE DA BOITEMPO E ESTARÁ DISPONÍVEL A PARTIR DO DIA 13/11]

Em Viver é tomar partido: memórias, Anita Leocadia Prestes narra sua extraordinária trajetória de vida, militância e pensamento. Autora de mais de uma dezena de livros sobre a história do comunismo no Brasil e no mundo, passando pela vida de seus pais – objeto de suas publicações mais recentes, Luiz Carlos Prestes: um comunista brasileiro (Boitempo, 2015) e Olga Benario Prestes: uma comunista nos arquivos da Gestapo (Boitempo, 2017) –, a historiadora lança agora esse relato memorialístico em que momentos importantes da história mundial são mesclados à narrativa de suas vivências pessoais.

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Pagina 1 de 11

Notícias


Warning: Creating default object from empty value in /home/ilcp/www/prestes/modules/mod_roknewspager/helper.php on line 286

Warning: Creating default object from empty value in /home/ilcp/www/prestes/modules/mod_roknewspager/helper.php on line 286
  • Salvador Allende cinquenta anos após a sua vitória Por Atílio A Borón Quando passa meio século sobre a eleição de Salvador Allende, há em primeiro lugar que prestar homenagem a um homem de excepcional integridade pessoal e política, inteiramente...
  • Bielorrússia: a repetição de um guião gasto As manobras do imperialismo não brilham pela originalidade: repetem um guião. O que se passa actualmente em relação à Bielorrússia já foi visto noutros lugares, desde as Filipinas até à Venezuela....
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15

Nota

Página atualizada em: 08/09/2020