Login
 
Home


"Luiz Carlos Prestes entrou vivo
no Panteon da História.  
Os séculos cantarão a 'canção de gesta'
dos mil e quinhentos homens da
Coluna Prestes e sua marcha de quase
três anos através do Brasil.
Um Carlos Prestes nos é sagrado.
Ele pertence a toda a humanidade.
Quem o atinge, atinge-a."

(Romain Roland, 1936)


Recomendados


altPão, Terra e
Liberdade na
Cidade Imperial
Paulo Henrique Machado

Petrópolis (RJ)
2008


altLenin e a
Revolução
Jean Salem

Editora Expressão Popular
São Paulo
2008
altPor la Quinta
Internacional
Samir Amin

Editora El Viejo Topo
España
2008
altSocialismo
Siglo XXI
Atílio A. Boron

Ediciones Luxemburg
Buenos Aires
2008











ERNESTO GUEVARA,
Também conhecido
como CHE
Paco Ignacio Taibo II

Expressão Popular
São Paulo
2008
MARIÁTEGUI
Vida e obra
Leila Escorsim

Expressão Popular
São Paulo
2007
ROTEIROS PARA GRAMSCI
Guido Liguori

Editora UFRJ
Rio de Janeiro
2007







CRISIS CIVILATORIA
YAGONÍA DEL CAPITALISMO
Diálogos con
FIDEL CASTRO
Atilio A. Boron

Ediciones LUXEMBURG
Buenos Aires
2009
QUE FAZER?
A organização
como sujeito político
VLADIMIR ILITCH LÊNIN

Estudo introdutório:
Atualidade de
"QUE FAZER" de
ATÍLIO A. BORON


Ed. Martins Fontes
São Paulo
2006

O SOCIALISMO
NO SÉCULO 21
Há vida após o
Neoliberalismo?

ATÍLIO A. BORON


Ed. Expressão Popular
São Paulo
2010
MEMÓRIAS

GREGÓRIO BEZERRA

Ed. Boitempo
São Paulo
2011

A CARTA
DO ELEFANTE:
poesias
sócio-políticas
de histórias não contadas
nos últimos
60 anos.

RIO DE JANEIRO
Editôra Kelps
2014
QUE FAZER?
A organização
como sujeito político
VLADIMIR ILITCH LÊNIN

Estudo introdutório:
Atualidade de "QUE FAZER" de
ATÍLIO A. BORON


Ed. Martins Fontes
São Paulo
2006
Última atualização em Seg, 20 de Janeiro de 2014 10:18