Login
 
Home Artigos


"Luiz Carlos Prestes entrou vivo
no Panteon da História.  
Os séculos cantarão a 'canção de gesta'
dos mil e quinhentos homens da
Coluna Prestes e sua marcha de quase
três anos através do Brasil.
Um Carlos Prestes nos é sagrado.
Ele pertence a toda a humanidade.
Quem o atinge, atinge-a."

(Romain Roland, 1936)


Artigos
PCdoB: a falsificação da história dos comunistas brasileiros
Escrito por Anita Leocadia Prestes   

Publicado no Sitio do BRASIL DE FATO
de 17 a 23 de maio.

O movimento revolucionário mundial socialista e comunista conviveu, desde o século XIX, com correntes reformistas de diferentes tipos. Os pais fundadores do marxismo – Marx, Engels, Lenin –, assim como teóricos do comunismo e dirigentes revolucionários da estatura de A. Gramsci e R. Luxemburgo, tiveram que levar adiante uma luta sem tréguas contra os reformistas do seu tempo.

Última atualização em Sex, 18 de Maio de 2012 03:32
Leia mais...
 
A ESTRATÉGIA NACIONAL-LIBERTADORA E O REFORMISMO NA HISTÓRIA DO PCB
Escrito por Anita Leocadia Prestes   

Texto apresentado no seminário promovido pelo PCB por ocasião do 90º aniversário da sua fundação, em 21/03/2012.

Em artigo publicado ainda em 1980, intitulado “A que herança os comunistas devem renunciar?”, tive a oportunidade de mostrar que, desde os anos 20, a estratégia do PCB – a revolução democrático-burguesa, agrária e anti-imperialista ou nacional e democrática, como foi denominada posteriormente, – tinha um caráter reformista burguês. Tratava-se, na luta contra o imperialismo, de realizar uma revolução nacional-libertadora, que viesse a propiciar um desenvolvimento capitalista autônomo no Brasil, livre, portanto, da dominação do imperialismo. Tal desenvolvimento capitalista deveria propiciar as condições para a realização de uma segunda etapa da revolução, a etapa socialista. Não se percebia que o capitalismo em nosso país encontrava novas formas de expandir-se, nas condições de subordinação aos grandes grupos internacionais e de manutenção de relações de produção não capitalistas na agricultura. (Prestes, A.L.,1980)

 

Última atualização em Ter, 27 de Março de 2012 11:45
Leia mais...
 
Situación actual de Cuba y sus perspectivas
Escrito por por Fernando Martínez Heredia (*)   

Conferencia Magistral en el XVII Encuentro Nacional de Solidaridad con Cuba.
Oaxaca, México, marzo 2012.

Ante todo quiero expresar mi agradecimiento a los organizadores que tanto
han trabajado para que pueda ser una realidad este hermoso XVII Encuentro
Nacional de Solidaridad con Cuba y a las oaxaqueñas y oaxaqueños que han
contribuido tanto. Saludar a las mexicanas y los mexicanos que han venido
desde tantos lugares de la República, a mis paisanos de la Embajada y del
Instituto Cubano de Amistad con los Pueblos. Y saludar la presencia del
compañero embajador de Cuba, Manuel Aguilera de la Paz, de las autoridades y
de las personalidades sociales y políticas que aquí se han reunido. El
Encuentro constituye un paso más de avance de la solidaridad entre los
pueblos, cualidad humana que crece, y que es un anuncio del porvenir que
tendrá que conquistar la Humanidad.

Última atualização em Seg, 19 de Março de 2012 04:53
Leia mais...
 
DA UTOPIA À REVOLTA DA INDIGNAÇÃO À REVOLUÇÃO
Escrito por Miguel Urbano Rodrigues   

Este início do século XXI será recordado como uma das épocas mais trágicas e belas da História da Humanidade.

Mas as actuais gerações, quando comentam os efeitos da a crise mundial que hoje atinge a quase totalidade dos povos e meditam sobre a onda de barbárie que varre o planeta, são empurradas para conclusões pessimistas. O que captam do tempo histórico em movimento é sobretudo o lado mais sombrio.

O homem realizou nas últimas décadas conquistas prodigiosas, inimagináveis em vida dos nossos avós. Já viajou até à Lua, lança sondas a planetas distantes milhões de quilómetros da Terra, sonha com a fundação de cidades terrestres no Espaço, rompe a cada dia as fronteiras do saber, prolongou a esperança de vida.

Foi entretanto breve o tempo das ilusões quando em l945 se calaram os canhões após o esmagamento da Alemanha nazi. A esperança de que a Humanidade iria entrar numa era de paz com as guerras banidas para sempre era utópica. Desde então morreram mais de 50 milhões de pessoas em guerras criminosas e em fomes cíclicas.

Última atualização em Dom, 18 de Março de 2012 15:02
Leia mais...
 
Marx, más vivo y actual que nunca a 129 años de su muerte
Escrito por Atilio A. Boron   

En un día como hoy, hace 129 años, moría plácidamente en Londres, a los 65
años de edad, Karl Marx. Corrió la suerte de todos los grandes genios,
siempre incomprendidos por la mediocridad reinante y el pensamiento
encadenado al poder y a las clases dominantes. Como Copérnico, Galileo,
Servet, Darwin, Einstein y Freud, para mencionar apenas unos pocos, fue
denostado, perseguido, humillado. Fue ridiculizado por enanos intelectuales
y burócratas académicos que no le llegaban ni a los tobillos, y por
políticos complacientes con los poderosos de turno a quienes le repugnaban
sus revolucionarias concepciones.

Última atualização em Qui, 15 de Março de 2012 12:22
Leia mais...
 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 29 Próximo > Fim >>

Pagina 21 de 29