Login
 
Home Artigos


"Luiz Carlos Prestes entrou vivo
no Panteon da História.  
Os séculos cantarão a 'canção de gesta'
dos mil e quinhentos homens da
Coluna Prestes e sua marcha de quase
três anos através do Brasil.
Um Carlos Prestes nos é sagrado.
Ele pertence a toda a humanidade.
Quem o atinge, atinge-a."

(Romain Roland, 1936)


Artigos
Entrevista com Eric Hobsbawm
Escrito por Laura Greenhalg   

TROCANDO MITOS POR HISTÓRIA

Eric Hobsbawm é um historiador merecedor de todo o respeito. Num tempo em que a actividade central da grande maioria dos historiadores burgueses consiste na reescrita da história de acordo com as conveniências da ideologia dominante, a sua fidelidade à matriz marxista na investigação e no método serve de exemplo, independentemente das discordâncias que este ou aquele aspecto da sua obra suscitem, discordâncias que ele próprio assume frontalmente: “O que busco é o entendimento da história, e não concordância, aprovação ou comiseração”.
Esta interessante entrevista é um exemplo da importância da reflexão de alguém que conta 94 anos, ou seja, de alguém que nasceu no ano da grande revolução socialista de Outubro.

Última atualização em Qua, 21 de Setembro de 2011 19:50
Leia mais...
 
Escrito por Anita Leocadia Prestes*   


Última atualização em Qua, 28 de Setembro de 2011 04:21
Leia mais...
 
Las perdurables enseñanzas de la Comuna de París
Escrito por Atilio Boron   

Universidad de Buenos Aires
PLED, Programa Latinoamericano de Educación a Distancia en Ciencias Sociales
www.atilioboron.com

Durante los 72 días transcurridos entre el 18 de Marzo y el 28 de Mayo de 1871 Francia  fue testigo de una experiencia única, sin precedentes: la Comuna de París. Su instauración fue precedida por la feroz guerra franco-prusiana y el derrumbe del Segundo Imperio, con Luis Bonaparte a la cabeza. Con la Comuna la clase obrera conquistaba el poder político por primera vez en la historia, lo que dejó valiosísimas enseñanzas para los revolucionarios de todo el mundo y cuya vigencia y utilidad práctica se agigantó con el paso del tiempo. Como no podía ser de otro modo, tan especialísimo acontecimiento ejerció una fuerte influencia sobre el pensamiento marxista: Karl Marx dejó por un momento de lado la redacción de El Capital y escribió un breve pero luminoso texto: La Guerra Civil en Francia , escrito, tal como lo observara Friedrich Engels en su “Introducción” de 1891 al opúsculo de Marx, “cuando (los acontecimientos históricos) se desarrollan todavía ante nuestros ojos o acaban apenas de producirse”. [1]

Última atualização em Qui, 19 de Maio de 2011 13:36
Leia mais...
 
DA “DECLARAÇÃO DE MARÇO” DE 1958 À RENÚNCIA DE JÂNIO QUADROS: AS VICISSITUDES DO PCB NA LUTA POR UM GOVERNO NACIONALISTA E DEMOCRÁTICO**
Escrito por Anita Leocadia Prestes*   


RESUMO: A partir da aprovação da “Declaração de Março” de 1958 pela direção do PCB, os comunistas brasileiros adotam uma nova orientação política. O objetivo tático do partido passa a ser a conquista de um governo nacionalista e democrático através do processo eleitoral e da pressão de massas, excluída a via armada prevista anteriormente nos documentos do PCB. No artigo são apresentadas e apreciadas criticamente as vicissitudes do partido na luta pela realização de tais objetivos durante a segunda metade do governo de Juscelino Kubitschek e os sete meses de Jânio Quadros no poder. Baixe o PDF aqui.

 

Última atualização em Sex, 13 de Maio de 2011 04:44
 
A quem pertence o legado de Luiz Carlos Prestes?
Escrito por Anita Leocadia Prestes*   

DE QUEM É O LEGADO?
(Publicado em Brasil de Fato, nº 425, 21 a 27/04/2011)

Não resta dúvida de que no Brasil Luiz Carlos Prestes tornou-se a expressão máxima da luta revolucionária pelo socialismo e o comunismo, pelas liberdades democráticas e pela emancipação nacional, o que é reconhecido até mesmo pelos seus adversários.

Passados mais de vinte anos do seu desaparecimento, presenciamos uma intensa disputa por seu legado e por sua herança política entre distintos partidos e entidades de diversos tipos, o que vem confirmar, mais uma vez, a importância do Cavaleiro da Esperança na História do Brasil.

Cabe lembrar, entretanto, que Luiz Carlos Prestes foi acima de tudo um revolucionário, cuja vida dedicou à pugna pela formação de um partido revolucionário, que efetivamente viesse a contribuir para a revolução em nosso país, entendida como a conquista do poder político pelas forças revolucionárias, empenhadas em acabar com a exploração do homem pelo homem e construir uma sociedade socialista, que preparasse as condições para a passagem ao comunismo. Para Prestes, a realização de reformas sociais deveria constituir apenas os possíveis degraus no caminho para a revolução, ou seja, jamais seria a meta final, apenas um meio para alcançar os objetivos revolucionários.

Última atualização em Sex, 13 de Maio de 2011 04:40
Leia mais...
 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 29 Próximo > Fim >>

Pagina 23 de 29