Login
 
Home Notícias


"Luiz Carlos Prestes entrou vivo
no Panteon da História.  
Os séculos cantarão a 'canção de gesta'
dos mil e quinhentos homens da
Coluna Prestes e sua marcha de quase
três anos através do Brasil.
Um Carlos Prestes nos é sagrado.
Ele pertence a toda a humanidade.
Quem o atinge, atinge-a."

(Romain Roland, 1936)


Notícias
Relator da ONU sobre tortura: "Julian Assange é um prisioneiro político"

Nils Melzer, professor suíço de direito, foi o Relator Especial das Nações Unidas sobre Tortura e outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanas ou Degradantes. Antes de trabalhar para a ONU foi assessor jurídico do Comité Internacional da Cruz Vermelha.

Lembra-se do tiroteio a sangue frio de civis iraquianos em Assassinato colateral ? Lembra da tortura na Baía de Guantánamo? Lembra da corrupção política revelada pelos cabos diplomáticos? Essas foram algumas das histórias que foram notícia em 2010, quando os principais jornais internacionais desde The New York Times a The Guardian e Der Spiegel se uniram à WikiLeaks para expor os crimes de guerra dos EUA e uma longa lista de verdades vergonhosas que nossos governos haviam mantido em segredo.

Dez anos depois, o homem que tornou isto possível está a lutar pela sua liberdade em chocante indiferença, mantido em confinamento solitário numa prisão de alta segurança e submetido a um julgamento que peritos independentes qualificam como uma farsa devido àquelas publicações de 2010 da WikiLeaks. Exberliner (EXB) conseguiu acesso às audiências do tribunal que decidirão sobre seu destino: se o tribunal der sinal verde à sua extradição para os EUA, ele enfrentará 175 anos de prisão pelo seu alegado papel na revelação ao público de documentos confidenciais que expuseram actos de tortura, crimes de guerra e má conduta cometidos pelos EUA e seus aliados.

Última atualização em Qui, 31 de Dezembro de 2020 18:10
Leia mais...
 
Assange e a miséria do jornalismo

Por: José Goulão

O “processo” de Julian Assange prossegue. Uma escandalosa mascarada de justiça que visa criminalizar e punir a liberdade de informação. E o comportamento dos jornalistas nos grandes media é cúmplice, não só da fraude judicial, mas da pulverização dos princípios deontológicos e das normas éticas da sua própria profissão.

Leia mais...
 
Salvador Allende cinquenta anos após a sua vitória

Por Atílio A Borón

Quando passa meio século sobre a eleição de Salvador Allende, há em primeiro lugar que prestar homenagem a um homem de excepcional integridade pessoal e política, inteiramente devotado à causa do seu povo. O breve governo da Unidade Popular no Chile, juntamente com a Revolução cubana, alargou o horizonte de esperança da luta dos povos da América Latina. O seu trágico fim e a criminosa conspiração imperialista que conduziu a ele confirma uma regra que não admite excepções: a emancipação e o progresso exigem, onde quer que seja, o poder do povo, a perspectiva do socialismo, e a combativa mobilização anti-imperialista do povo inteiro.

Última atualização em Ter, 08 de Setembro de 2020 03:24
Leia mais...
 
Bielorrússia: a repetição de um guião gasto

As manobras do imperialismo não brilham pela originalidade: repetem um guião. O que se passa actualmente em relação à Bielorrússia já foi visto noutros lugares, desde as Filipinas até à Venezuela. Impressiona, em qualquer caso, a forma como a componente mediática da ofensiva finge ignorar essa repetição, e compreende-se porquê: é que todos os antecedentes que tiveram sucesso conduziram aos mesmos trágicos resultados para os respectivos povos.

Deixo-vos isto, elaborado com base na recompilação de informações dispersas:

Última atualização em Sex, 04 de Setembro de 2020 18:35
Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Pagina 1 de 54