Login
 
Home Notícias


"Luiz Carlos Prestes entrou vivo
no Panteon da História.  
Os séculos cantarão a 'canção de gesta'
dos mil e quinhentos homens da
Coluna Prestes e sua marcha de quase
três anos através do Brasil.
Um Carlos Prestes nos é sagrado.
Ele pertence a toda a humanidade.
Quem o atinge, atinge-a."

(Romain Roland, 1936)


Notícias
Chávez é um inimigo da liberdade de imprensa?

Breno Altman

As punições recentemente adotadas contra a RCTVI (Rede Caracas de
Televisão Internacional) e outros cinco canais a cabo suscitaram forte
onda acusatória contra o presidente venezuelano. Um aluvião de artigos
e editoriais foi lançado a público para acoimá-lo como inimigo da
liberdade de imprensa.

A mídia conservadora, como é de seu feitio, embaralha as informações
para melhor articular sua escalada contra Chávez. Os motivos que
levaram às medidas punitivas são omitidos ou manipulados. O vale-tudo
não tem compromisso com a verdade.

Última atualização em Ter, 23 de Fevereiro de 2010 00:36
Leia mais...
 
A nova estrategia golpista dos EUA na America Latina

Miguel Urbano Rodrigues - 07.01.10



?O desfecho do golpe nas Honduras chamou a atenção para a nova estratégia golpista dos Estados Unidos na América Latina.
É transparente que Washington, recorrendo a processos diferentes dos tradicionais, conseguiu o que pretendia: afastar um presidente progressista democraticamente eleito e substitui-lo por gente da sua inteira confiança.
Essa vitória do imperialismo não deve ser subestimada porque se integra numa estratégia ambiciosa, que visa a neutralizar, sem pressas, o movimento de contestação dos povos da América Latina à dominação dos EUA?.

Última atualização em Qua, 03 de Fevereiro de 2010 01:38
Leia mais...
 
Obama em Oslo: O discurso da hipocrisia Imperial

Miguel Urbano Rodrigues

No discurso pronunciado na cerimónia de recebimento do Prémio Nobel, Barack Obama ?Apresentou o apocalipse afegão como um «guerra necessária» travada em defesa da humanidade. Falou de «promessa de tragédia», reconhecendo, pesaroso, que nas guerras «uns matam, outros morrem». Omitiu que a tragédia desencadeada no coração da Ásia não é promessa, mas monstruosa realidade. E omitiu também que é a sua gente, cumprindo ordens criminosas, quem mata e os «outros» quem morre?.
?O discurso farisaico de Obama em Oslo, aclamado pelos sacerdotes do sistema opressor, seus cúmplices, configurou uma ofensa à inteligência e dignidade dos povos agredidos, explorados e humilhados pelo imperialismo?.

Última atualização em Qua, 30 de Dezembro de 2009 01:26
Leia mais...
 
De Gaulle, sabotado por Roosevelt e Churchill, admitiu fixar-se em Moscovo de acordo com Stalin

Alberto Lopes

A entrevista com Pierre Pranchère que transcrevemos do semanário "Alentejo Popular", é um documento de significado internacional.
Nela, Pranchère, herói da Resistência, revela que Roosevelt se opunha ao regresso do general de Gaulle a França, o que levou o general a estabelecer contacto com Stalin, admitindo a possibilidade de se fixar na União Soviética.
Pranchére, comentando a Batalha da Normandia, desmonta mitos difundidos pela propaganda estadounidense e esclarece que o general Omar Bradley chegou a ordenar a retirada para Inglaterra das tropas americanas desembarcadas.

Última atualização em Qua, 30 de Dezembro de 2009 01:17
Leia mais...
 
<< Início < Anterior 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 Próximo > Fim >>

Pagina 49 de 52