Login
 
Home


"Luiz Carlos Prestes entrou vivo
no Panteon da História.  
Os séculos cantarão a 'canção de gesta'
dos mil e quinhentos homens da
Coluna Prestes e sua marcha de quase
três anos através do Brasil.
Um Carlos Prestes nos é sagrado.
Ele pertence a toda a humanidade.
Quem o atinge, atinge-a."

(Romain Roland, 1936)



















UMA CONTRIBUIÇÃO PARA O DEBATE. Para onde vamos: socialismo ou barbárie?
Escrito por Anita Leocádia prestes   

Transcorrido um ano de governo de Michel Temer, não há mais dúvida de que sua posse resultou de um golpe parlamentar-jurídico, cujo objetivo central foi liquidar as conquistas dos trabalhadores brasileiros consagradas na legislação do país. Nesse sentido, são emblemáticas as propostas encaminhadas ao Congresso Nacional das reformas trabalhista e da previdência, assim como os esforços voltados para invalidar os direitos democráticos consagrados na Constituição de 1988, não obstante suas limitações, apontadas por Luiz Carlos Prestes, no que diz respeito ao artigo 142 dessa Carta, ou seja, à manutenção da tutela militar acima dos três poderes da República1. Artigo este usado pela primeira vez pelo atual governo para reprimir manifestação popular realizada recentemente em Brasília.

Última atualização em Sex, 23 de Junho de 2017 20:53
Leia mais...
 
Olga Benario Prestes: Uma Comunista nos Arquivos da Gestapo
Escrito por Anita Leocadia Prestes   

 

Última atualização em Ter, 16 de Maio de 2017 19:44
Leia mais...
 
Assista o vídeo: Conversa com Anita Leocádia Prestes

CASA DAS PALAVRAS - TV Câmara
Publicado em 10 de abr de 2017
Autoria da TV Câmara

Dim lights Embed Embed this video on your site

Última atualização em Qua, 19 de Abril de 2017 22:59
 
Ecuador: el pueblo dijo ni un paso atrás


Comparto nota sobre la elección presidencial del día de ayer en Ecuador

(Por Atilio A. Boron)  La victoria obtenida por Alianza País en el balotaje del 2 de Abril confirma que el pueblo ecuatoriano supo discernir lo que estaba en juego: la continuidad de un gobierno que marcó un antes y un después en la historia contemporánea del Ecuador o el suicida salto al vacío,  emulando la tragedia argentina. Lenin Moreno y Jorge Glas representan la consolidación de los avances logrados en numerosos campos de la vida social durante diez años bajo el liderazgo de Rafael Correa; su adversario, Guillermo Lasso, personificaba el retorno de la alianza social que tradicionalmente había gobernado al Ecuador con las desastrosas consecuencias por todos conocidas.

Última atualização em Qui, 06 de Abril de 2017 00:07
Leia mais...
 

Última atualização em Seg, 13 de Fevereiro de 2017 14:18
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Pagina 1 de 10

Notícias

  • Venezuela y la guerra civil Resulta doloroso pero indispensable reconocer que Venezuela se encuentra en medio de una guerra civil, que todavía no se ha generalizado territorialmente pero que si no se la detiene a tiempo, con...
  • Macron Presidente O mal menor Emmanuel Macron foi eleito Presidente da França. Segundo o Ministério do Interior francês, apurados mais de 99 % dos votos, Macron obteve 66,06 % e Marine le Pen 33,94 %. A abstenção atingiu 25,...
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15

Nota

Página atualizada em: 23/06/2017